Secretaria de Administração do Piauí – SEAD

Sead implementa tecnologia que agiliza tramitação de documentos de regularização fundiária

Compartilhar:

Buscando levar cada vez mais inovação para os atendimentos, desenvolvendo a parte tecnológica e ampliando o número de serviços, a Secretaria de Administração (Sead), por meio da Gerência de Interoperabilidade de Soluções, desenvolveu uma API SEI, ferramenta que permite a automação de diversas funcionalidades do Sistema Eletrônico de Informações (SEI), utilizado como sistema de gestão de processos e documentos eletrônicos em diversas instituições públicas. 

Para dar mais celeridade nos procedimentos administrativos, o Instituto de Terras do Piauí (Interpi) está utilizando a API SEI nos processos de regularizações fundiárias. Em 2023, a ferramenta ajudou o órgão na automatização de 480 mil ações dentro do SEI. Em reunião nesta quarta-feira (10), entre a equipe do Interpi e o gerente de Interoperabilidade de Soluções da Sead, Jonatas Soares, foi tratado sobre a ampliação nos serviços proporcionados por esta tecnologia.

A API SEI é uma ferramenta tecnológica que possibilita a integração entre diferentes sistemas de informação, agilizando a tramitação e o acesso a documentos e processos administrativos. Com sua implementação no Interpi, o órgão passou a contar com um sistema mais eficiente e confiável para a tramitação dos procedimentos referentes à regularização fundiária.

“Esse é um exemplo de como a tecnologia pode ser utilizada para agilizar e garantir a eficiência de procedimentos. Uma das principais vantagens da API SEI é a automatização dos processos, o que reduz significativamente o tempo de tramitação e evita possíveis erros causados por processos manuais. Além disso, a plataforma permite o acompanhamento online dos procedimentos, facilitando a transparência e aumentando a segurança nas etapas de regularização”, explicou Jonatas Soares.

O diretor de Sistemas e Inteligência Geoespacial do Interpi, Alan Soares, explica que o objetivo agora é ampliar o uso da tecnologia, com a possibilidade de requerimento eletrônico dos serviços do órgão por meio do aplicativo Gov.pi.

“Estamos buscando essa parceria para melhorar os nossos serviços, deixando mais ágil. A ideia é colocar no aplicativo Gov.pi a funcionalidade de solicitar o título de terra para que os beneficiários tenham acesso de forma mais fácil. Esperamos alcançar resultados significativos, promovendo a segurança jurídica e contribuindo para a garantia do direito à terra.”, concluiu.

O sistema API SEI

API é uma interface de programação de aplicações que possibilita interoperabilidade entre os sistemas, uma característica que se refere à capacidade de diversos sistemas e organizações trabalharem em conjunto (interoperar).

No caso do SEI, vai facilitar a tramitação de documentos e a comunicação entre as unidades. Além disso, a API permite a automação de relatórios, ou seja, a geração automática de demonstrativos de resultados de sistemas externos ao SEI, possibilitando a integração de informações e o aumento da eficiência na gestão de documentos.

Compartilhar:
Por categoria

Leia também

Pular para o conteúdo